Topo

Barril do Texas fecha em forte alta de 2,7% e se aproxima dos US$ 60

26/06/2019 17h27

Nova York, 26 jun (EFE).- Nova York, 20 jun (EFE).- O barril de Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) fechou em alta de 2,7% nesta quarta-feira, cotado a US$ 59,30, aproximando-se dos US$, valor que não é atingido desde o dia 23 de maio.

Ao fim das operações da Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos futuros do WTI para entrega em agosto subiram US$ 1,55 em relação ao fechamento da sessão anterior.

O preço do petróleo disparou num dia em que, em primeira instância, os operadores certificaram uma grande queda no fornecimento dos Estados Unidos, assim como o possível fechamento da refinaria mais importante do litoral americano devido a um incidente de funcionamento.

Segundo os dados do Instituto Americano de Petróleo, as reservas dos EUA caíram em 7,5 milhões de barris na semana e chegaram a 474,5 milhões. A expectativa dos especialistas era de uma queda de 2,5 milhões de barris. Além disso, as reservas de petróleo no centro de distribuição dos EUA, em Cushing (Oklahoma), caíram em 1,3 milhão de barris.

A queda do estoque e a interrupção da refinaria se somaram à incerteza sobre as provisões de petróleo criada pela tensão entre Washington e o Irã.

Nesse contexto, os contratos de gasolina com vencimento em agosto, novo mês de referência, subiram US$ 0,06 e fecharam em US$ 1,93 o galão, e os de gás natural, com vencimento no mesmo mês, caíram quase US$ 0,02, até US$ 2,26 por cada mil pés cúbicos. EFE

Mais Economia