IPCA
0,51 Nov.2019
Topo

Dow Jones fecha praticamente estável antes de cúpula do G20

27/06/2019 19h48

Nova York, 27 jun (EFE).- O índice Dow Jones Industrial fechou nesta quinta-feira praticamente estável em um pregão negativo para a Boeing, mas bom para títulos de empresas do setor financeiro, e com os investidores na expectativa pelos frutos da cúpula do G-20.

O principal indicador da Bolsa de Nova York caiu 0,04%, para 26.526,58 pontos, com destaque para a forte queda das ações da Boeing (-2,91%) em reação a uma nova falha de software descoberta pelo órgão regulador de aviação dos Estados Unidos (FAA) no modelo 737 MAX - o mesmo de duas aeronaves que caíram em Indonésia e Etiópia em outubro de 2018 e março deste ano, respectivamente, provocando as mortes de 189 e 346 pessoas.

Outros papéis que sofreram valorização expressiva hoje foram de Cisco (-1,54%), Intel (-1,51%) e Exxon Mobil (-1,02%). Já as principais altas foram das ações de Walgreens (4,09%), Nike (1,34%), UnitedHealth (1,18%) e Goldman Sachs (1,17%).

Já o índice seletivo S&P 500 avançou 0,38%, para 2.924,92 pontos, e o índice composto da bolsa eletrônica Nasdaq subiu 0,73% e fechou aos 7,967,76.

Os mercados deram atenção especial hoje às notícias sobre a cúpula do G-20, que acontecerá nos próximos dois dias em Osaka. A maior expectativa está em torno da reunião entre os presidentes de EUA e China, Donald Trump e Xi Jinping, que os investidores esperam que leve a um acordo que encerre a disputa tarifária entre os dois países.

Também tiveram peso no comportamento do mercado nova-iorquino novos dados que confirmam que a economia americana se mantém sólida em 2019, já que cresceu 3,1% no primeiro trimestre em relação ao mesmo período no ano anterior, segundo o Departamento do Comércio.

No horário de fechamento da bolsa, a onça do ouro caía para US$ 1.411,00, e a rentabilidade dos títulos do tesouro americano com vencimento em 10 anos diminuía para 2,017%. EFE

Economia