PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Ameaça de bomba em aeroporto argentino atrasa decolagem de voo

28/06/2019 14h45Atualizada em 28/06/2019 18h22

Buenos Aires, 28 jun (EFE).- Um passageiro francês que estava no voo da companhia Air France que faria a rota entre Buenos Aires e Paris informou nesta sexta-feira que portava uma bomba quando o avião estava a ponto de decolar, o que forçou o ativamento do protocolo de segurança internacional, que comprovou que se tratava de um falso alarme.

Segundo informaram à Agência Efe fontes da Polícia de Segurança Aeroportuária da Argentina (PSA), o homem, de cerca de 30 anos, sofre de problemas mentais e foi detido.

A aeronave taxiava na pista do Aeroporto Internacional Ministro Pistarini, na cidade de Ezeiza, quando ocorreu o incidente.

Ao subir no avião, o agora detido manifestou que portava uma bomba, o que levou à ativação do "protocolo internacional" de segurança.

Uma vez finalizado o procedimento, o voo, cuja decolagem estava prevista para as 13h30 local (mesmo horário em Brasília), seguiu para seu destino: o Aeroporto Internacional Charles de Gaulle, na capital francesa.

Veículos de imprensa locais detalharam que o cidadão francês sofre de esquizofrenia e ameaçou diretamente o piloto, de quem se aproximou e disse que portava o explosivo.

Em nota enviada ao UOL, a companhia aérea confirmou o incidente. Veja abaixo a íntegra do comunicado da empresea.

"A Air France confirma que um passageiro indisciplinado tentou entrar no avião antes do início do voo AF229 em 28 de junho entre Buenos Aires e Paris. A tripulação de voo imediatamente freou e controlou o passageiro, seguindo os procedimentos normais de segurança. O passageiro foi então entregue por um membro da tripulação às autoridades locais, que o desembarcaram do avião.

Depois de obter autorização das autoridades locais, os clientes puderam embarcar em total segurança. Embora o voo tenha saído com 19 minutos de atraso, ele tem previsão de chegada a Paris na hora marcada originalmente, às 7h50 (horário local) do sábado, 29 de junho.

A Air France lamenta esse inconveniente e lembra que a segurança é sua principal prioridade."