IPCA
0.11 Ago.2019
Topo

Mercosul destaca caráter histórico do acordo comercial com a UE

28/06/2019 18h04

Bruxelas, 28 jun (EFE).- O Mercosul considerou nesta sexta-feira que o acordo comercial firmado com a União Europeia (UE) é um momento "histórico" e afirmou que atualmente é preciso mostrar "compromisso" com a integração e o multilateralismo.

"Para o Mercosul este é um momento histórico, não só pelo que estamos vivendo no mundo. Devemos mostrar compromisso com a integração, o multilateralismo, a abertura dos mercados, o livre-comércio, o comércio com normas", declarou o ministro das Relações Exteriores da Argentina, Jorge Faurie, cujo país exerce a presidência rotativa do bloco, em entrevista coletiva em Bruxelas.

Faurie acrescentou que esse compromisso foi mostrado durante as negociações para fechar o pacto e nos 20 anos em que o acordo demorou para ser concluído, em especial desde 2016, quando os blocos voltaram a dialogar de forma mais intensa.

O chanceler argentino também constatou que quando os líderes dos países europeus e latino-americanos que participam da cúpula do G20 em Osaka, no Japão, se reunirem amanhã poderão ver "dois grupos de países muito capazes, primeiro, de superar as diferenças, de se fazer entender no que precisamos e de tentar trabalhar juntos em benefício de todas as pessoas de ambos os lados".

"Com este acordo, quase 30% do PIB mundial em termos de produção estão relacionados agora entre o Mercosul e a UE, portanto esta é uma mensagem muito clara sobre para onde vamos. Estamos comprometidos com a integração", comentou Faurie.

O ministro apontou que durante os últimos três anos e meio "foi muito importante entender com clareza quais eram os interesses mais relevantes, delicados, sensíveis e importante para cada país" dos dois blocos.

"Este contato pessoal entre nós foi essencial para resolver os problemas porque confiamos uns nos outros", declarou o político, que garantiu que o acordo fechado hoje serve de impulso para que o Mercosul possa concluir também os seus pactos comerciais com Canadá, Singapura, Coreia do Sul e a Associação Europeia de Livre-Comércio (Islândia, Noruega, Suíça e Liechtenstein).

Mercosul e UE alcançaram fecharam hoje um acordo de livre-comércio após 20 anos de negociações.

"O acordo comercial com o Mercosul está pronto! Um momento histórico. No meio das tensões comerciais internacionais, estamos enviando um sinal potente de que apoiamos o comércio baseado em normas", escreveu Juncker em sua conta no Twitter. EFE

Mais Economia