IPCA
0.11 Ago.2019
Topo

Paraguai comemora acordo entre Mercosul e UE: "Oportunidade histórica"

28/06/2019 15h45

Assunção, 28 jun (EFE).- O presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, afirmou nesta sexta-feira que a assinatura do acordo entre a União Europeia (UE) e o Mercosul em Bruxelas é uma oportunidade de crescimento para ambos blocos e um fato "histórico".

"Depois de 20 anos de tentativa hoje se consolida um fato histórico, a assinatura do acordo de livre-comércio entre o Mercosul e a União Europeia!", escreveu Abdo Benítez em sua conta do Twitter.

O presidente do Paraguai, que forma o Mercosul junto com Brasil, Argentina e Uruguai (com a Venezuela suspensa), acrescentou que o acordo representa uma ampliação para ambos mercados e aumenta "as possibilidades de crescimento" dos seus povos.

Abdo Benítez ainda aproveitou para felicitar as equipes negociadoras nestes 20 anos de conversas e estendeu as congratulações a seus "colegas presidentes".

Da mesma forma que Abdo Benítez, o chanceler do Paraguai, Luis Alberto Castiglioni, que está em Bruxelas participando das negociações, também recorreu às redes sociais para manifestar seu orgulho pelo fechamento do acordo após 20 anos de conversas.

"Conseguimos fechar o acordo de comércio e cooperação entre o Mercosul e a União Europeia! O esforço do Paraguai valeu a pena! Os resultados serão muito benéficos para nossa gente!", destacou o chanceler.

Castiglioni havia antecipado no início de junho à Agência Efe que esperava que nesta rodada de negociação entre chanceleres sul-americanos e comissários europeus fosse alcançado o acordo de cooperação e livre-comércio, já que restavam "muito poucos pontos" a fechar.

Concretamente, o chanceler paraguaio se referiu então a "temas muito pontuais" como os produtos primários e as indicações geográficas.

Essas questões começaram a ser resolvidas na semana passada, durante uma nova rodada de negociações técnicas em Bruxelas, antes das reuniões em nível político que se iniciaram nesta quarta-feira.

As conversas começaram com um jantar na noite de quarta-feira, seguidas de encontros ontem e nesta sexta-feira, desde a primeira hora da manhã.

As negociações para um amplo acordo de associação - baseado na cooperação, no diálogo político e no livre-comércio - entre a UE e o Mercosul se iniciaram em Buenos Aires em abril de 2000 e, desde então, foram realizadas mais de 30 rodadas de conversas. EFE

Mais Economia