PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Brasil suspende aplicação de taxa sobre importação de autopeças do Paraguai

08/07/2019 22h08

Assunção, 8 jul (EFE).- O governo do Paraguai informou nesta segunda-feira que o Brasil suspendeu temporariamente o imposto de 16% sobre a compra de autopeças produzidas no país vizinho.

A ministra de Indústria e Comércio do Paraguai, Liz Cramer, explicou que a medida provisória trará tranquilidade à indústria automobilística do país enquanto o governo de Mario Abdo Benítez negocia com o Brasil um acordo comercial para regular as exportações.

A Receita Federal decidiu taxar a compra de peças para veículos produzidas no Paraguai na semana passada, surpreendendo representantes da indústria do país vizinho, que avisavam o governo que a falta de acordo poderia causar problemas futuros aos empresários paraguaios.

O Paraguai é o único país do Mercosul com o qual o Brasil não tem um acordo comercial para regular as exportações neste setor, que não está englobado nas regras do bloco.

Após a decisão da Receita, o governo do Paraguai enviou ao Itamaraty uma primeira proposta de acordo para evitar tarifas sobre um setor que movimenta US$ 300 milhões em exportações ao Brasil, segundo dados da Câmara de Empresas Maquiladoras do Paraguai.

Os paraguaios também pediram ao Brasil um prazo de 60 ou 90 dias para que o acordo fosse negociado sem a aplicação das tarifas adotadas pela Receita, uma solicitação aceita hoje pelo governo de Jair Bolsonaro.

Para Cramer, a decisão do Brasil de suspender temporariamente a cobrança é um "bom sinal de entendimento" entre as partes.

A ministra espera que Abdo Benítez converse com Bolsonaro sobre o caso na próxima cúpula do Mercosul, marcada ocorrer no dia 17 de julho.

"A relação entre os presidentes é muito boa. Acreditamos que vamos resolver isso", afirmou Cramer. EFE