PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Nasdaq bate recorde em dia de altas em Wall Street após discurso de Powell

10/07/2019 19h41

Nova York, 10 jul (EFE).- Wall Street teve uma quarta-feira com resultados positivos em seus três principais índices e com direito a recorde no Nasdaq Composite após um discurso do presidente do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell, no Congresso dos Estados Unidos, no qual reiterou que o banco central mantém a porta aberta para a possibilidade de um corte nos juros básicos do país a curto prazo.

O tom do discurso teve peso no humor dos investidores. O índice Dow Jones Industrial subiu 0,29%, para 26.860,20 pontos, e o seletivo S&P 500 avançou 0,45%, para 2.993,07.

Já o índice composto da bolsa eletrônica Nasdaq registrou uma nova melhor marca, de 8.202,53 pontos, ao fechar em alta de 0,75%.

Os investidores acompanharam atentamente o pronunciamento do presidente do Fed ao Comitê de Serviços Financeiros da Câmara dos Representantes, ao qual garantiu que cumprirá o mandato de quatro anos, apesar das pressões do presidente dos EUA, Donald Trump, que vem criticando sua gestão.

Powell reiterou que "as incertezas em torno das tensões comerciais" e a "preocupação sobre a força da economia global" continuam pressionando os EUA, e por isso prometeu agir "como for apropriado", o que foi interpretado por analistas do mercado como um sinal de que o Fed pode baixar os juros, atualmente no patamar de 2,25% a 2,5%.

Além disso, foi divulgada hoje a ata da reunião de junho do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc) do banco central americano, na qual os integrantes se mostraram favoráveis a uma redução dos juros se permanecerem indicativos de enfraquecimento econômico e as atuais tensões comerciais com a China e outros países.

No Dow Jones, as principais altas de hoje foram das ações de Chevron (1,69%), Exxon Mobil (1,41%), Pfizer (1,59%), Cisco (1,40%), Disney (1,36%), Verizon (1,05%) e Microsoft (1,02%). As quedas mais acentuadas foram dos títulos de Caterpillar (-1,23%), Goldman Sachs (-0,87%) e Nike (-0,68%).

No horário de fechamento da bolsa, a onça do ouro caía para US$ 1.419,10, e a rentabilidade dos treasuries de dez anos subia para 2,065%. EFE