PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Facebook sela acordo de US$ 5 bi com agência dos EUA para fechar investigação

12/07/2019 20h50

San Francisco, 12 jul (EFE).- A Comissão Federal do Comércio de EE.UU. (FTC) aprovou um acordo com o Facebook pelo qual a companhia pagará uma multa de US$ 5 bilhões para que seja encerrada uma investigação sobre falhas na gestão de privacidade de mais de 80 milhões de usuários de seus serviços com objetivos políticos no caso Cambridge Analytica, informaram nesta sexta-feira os jornais "The Wall Street Journal" e "The Washington Post".

Os dois jornais citaram fontes anônimas a par do caso e disseram que o acordo foi aprovado pelo órgão por um placar de 3 votos a favor - os de representantes do Partido Republicano - e 2 contra - os dos democratas.

Caso seja oficializado o montante da sanção, estaria dentro do cálculo que já tinha sido feito pela empresa comandada por Mark Zuckerberg em abril, ao apresentar seus resultados financeiros, alertou que estava preparada para receber uma multa de "US$ 3 bilhões a US$ 5 bilhões" por parte da FTC.

Por enquanto, nem desde a FTC ou a empresa fizeram comentários a respeito, nem confirmaram ou desmentiram a informação divulgada pelos jornais. Se confirmada, esta seria a maior quantia já imposta pela agência reguladora a uma empresa de tecnologia nos EUA.

O fator que desencadeou a investigação foi a informação revelada em março de 2018 de que a empresa de consultoria britânica Cambridge Analytica utilizou compilou dados de 87 milhões de usuários do Facebook sem o consentimento deles e com fins políticos.

A empresa se serviu de dados da rede social para elaborar perfis psicológicos de eleitores, que supostamente foram vendidos à campanha do agora presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, durante as eleições de 2016, entre outros.

Compartilhar dados com terceiros sem notificar os internautas representa, segundo a FTC, uma violação do acordo sobre privacidade que a rede social selou com a agência reguladora em 2011. EFE