PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Corte de energia deixa grande parte da Venezuela sem luz

22/07/2019 19h02

Caracas, 22 jul (EFE).- Uma nova interrupção do fornecimento de eletricidade deixou grande parte da Venezuela sem luz desde as 16h40 (17h40 em Brasília) desta segunda-feira, ainda sem nenhuma informação da estatal Corpoelec, que controla o serviço em todo o país.

Centenas de relatos sobre o blecaute circulam pelas redes sociais, e a imprensa local calcula que 16 estados ficaram no escuro. Em Caracas, a Agência Efe constatou que o serviço do metrô foi suspenso.

A interrupção do serviço acarretou problemas nas ligações telefônicas, especialmente de uma região para outra, e na conexão de internet em um país que depende quase totalmente de um fornecedor estatal.

O último grande blecaute que afetou Caracas ocorreu no dia 10 de abril. No entanto, as interrupções do serviço ocorrem diariamente em estados como Trujillo, no oeste, e Zulia, que faz fronteira com a Colômbia.

Em março, a Venezuela ficou 11 dias sem luz após dois grandes blecautes que paralisaram o país, pelos quais o presidente Nicolás Maduro responsabilizou a oposição e os Estados Unidos.

Para resolver esses problemas, o governo chavista iniciou um racionamento de eletricidade durante quase dois meses que deixou 20 das 24 entidades federais sem luz durante 20 horas a cada semana. O governo também anunciou a modernização e a reestruturação da Corpoelec.

A oposição afirma que a corrupção no Ministério de Energia Elétrica e a administração deficiente dos bilhões de dólares destinados ao setor são os responsáveis pela crise atual. EFE