PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Banco Santander levará sistema de pagamentos usado no Brasil para o México

23/07/2019 17h43

São Paulo, 23 jul (EFE).- O Banco Santander levará ao México o Getnet, sistema eletrônico de pagamentos e processamento de transações que lidera o mercado no Brasil, e ampliará para Argentina e o Uruguai o Superdigital, plataforma com a qual oferece a abertura de contas bancárias digitais.

O anúncio foi feito pelo presidente-executivo do Santander Brasil e responsável pelos negócios do banco espanhol no Cone Sul, Sergio Rial, em entrevista coletiva na qual comentou os resultados obtidos pela instituição financeira no primeiro trimestre deste ano.

O Getnet é controlado desde 2014 pelo Santander Brasil, que transformou a empresa brasileira para desenvolver soluções de pagamento em uma plataforma global utilizada em transações comerciais.

O sistema oferece o processamento de transações eletrônicas e pagamentos com cartões, operando uma gigantesca rede de terminais físicos (máquinas), que realizam este tipo de operação principalmente em pequenas lojas.

A totalidade das ações do Getnet foram compradas pelo Santander Brasil em janeiro e, atualmente, a plataforma oferece 10 serviços a cerca de 4 mil empresas, que vão desde soluções de segurança até a gestão de negócios, emissão de ingressos para teatros e processamento de pagamentos.

Além disso, Rial disse que o Superdigital, produto que oferece contas bancárias digitais e com o qual Santander pretende atrair milhões de latinos-americanos que não têm acesso a serviços bancários, já foi levado ao Chile e agora também chegará a Argentina e Uruguai.

"Há um número importante de consumidores sem banco na América Latina", afirmou Rial.

O Superdigital é uma startup nascida no Brasil e oferece a clientes sem acesso ao serviço bancário uma conta digital com direito a um cartão de débito e benefícios como a possibilidade de realizar pagamentos, saques, transferências e recargas para telefones celulares e cartões pré-pagos usados nos transportes públicos de algumas cidades.

Adquirida pelo Santander Brasil em 2014, a empresa é uma das principais apostas do banco para incentivar a inclusão financeira na região. EFE