IPCA
0.19 Jul.2019
Topo

EUA pressionam OMC para que deixe de considerar China país em desenvolvimento

26/07/2019 18h21

Washington, 26 jul (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, renovou nesta sexta-feira os ataques à Organização Mundial do Comércio (OMC) por permitir que países "ricos" se definam como "em desenvolvimento" para contar com "tratamento especial", em referência direta à China.

"A OMC é um FRACASSO quando os países mais RICOS do mundo alegam ser países em desenvolvimento para evitar as regras da OMC e conseguir tratamento especial. Não mais!", afirmou Trump no Twitter.

O governante acrescentou que tinha cobrado que o Representante de Comércio Exterior, Robert Lighthizer, tomasse "medidas para que os países deixem de enganar o sistema às custas dos EUA".

As novas críticas foram feitas poucos dias antes de Lighthizer e o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, viajarem para a China para retomar as conversas comerciais com o gigante asiático.

Além disso, a Casa Branca divulgou um memorando no qual alega que "quando os países mais ricos esgrimem a condição de país em desenvolvimento prejudicam não só outras economias desenvolvidas, como economias que requerem verdadeiramente um tratamento especial e diferencial".

"A China ilustra de maneira dramática este ponto", diz a nota.

Caso não haja mudanças em 90 dias, a Casa Branca advertiu que não tratará mais um país da OMC como economia em desenvolvimento se os EUA considerarem que "o fazem de maneira inadequada para buscar benefícios" nas negociações da organização.

No final de junho, Trump e o presidente da China, Xi Jinping, acertaram na reunião do G20, no Japão, uma nova trégua na guerra comercial entre os dois países, pela qual Washington travou a imposição de novos encargos contra a China.

O governo Trump, entretanto, mantém em vigor as tarifas de 25% aplicadas a US$ 250 bilhões em produtos chineses, assim como a China mantém os encargos a US$ 110 bilhões em produtos importados dos EUA. EFE

Mais Economia