IPCA
0,51 Nov.2019
Topo

Diretora do BM vence disputa por direção do FMI, mas sem apoios suficientes

02/08/2019 16h35

Paris, 2 ago (EFE).- A búlgara Kristalina Georgieva, atual diretora-executiva do Banco Mundial (BM), foi a candidata que mais recebeu votos para ser a candidata europeia à direção do Fundo Monetário Internacional (FMI), mas sem os apoios suficientes para conseguir o respaldo da União Europeia (UE).

A candidata búlgara, que chegou à rodada final de votações junto com o ex-presidente do Eurogrupo, o holandês Jeroen Dijsselbloem, obteve o apoio de 56% dos países, mas estes representam menos de 65% da população, como exigia o critério de maioria qualificada.

Desta forma, a indicação do candidato europeu a substituir a francesa Christine Lagarde à frente do FMI fica adiada e pendente de novas negociações entre os 28 membros da UE. EFE

Economia