IPCA
0,51 Nov.2019
Topo

UE rejeita especular sobre ratificação de acordo com Mercosul após críticas

12/08/2019 09h49

Bruxelas, 12 ago (EFE).- A Comissão Europeia (CE) rejeitou nesta segunda-feira "especular" sobre o processo de ratificação do acordo de associação estipulado com o Mercosul, diante das críticas de setores agrícolas de Estados-membros, da preocupação com a desmatamento da Amazônia e de uma possível mudança política na Argentina.

"Não acredito que neste momento possamos especular sobre o processo de ratificação, seja do lado europeu ou do dos países-membros", indicou o porta-voz comunitário Enrico Brivio durante a entrevista coletiva diária da CE.

O porta-voz lembrou que, após o fechamento da negociação do pacto no final de junho após 20 anos de conversas, ambos os blocos "realizam uma revisão legal dos textos estipulados para chegar a uma versão final do acordo de associação e de todos seus aspectos comerciais".

"A Comissão então o traduzirá a todas as línguas oficiais da União Europeia e enviará o acordo de associação a todos os Estados-membros e ao Parlamento Europeu para a aprovação", explicou.

O porta-voz respondeu a perguntas dos jornalistas sobre o caminho para que o acordo possa entrar em vigor, levando em conta que agricultores de países europeus como França e Irlanda expressaram o mal-estar com os termos do mesmo, ao temer que a produção seja afetada pelas novas condições de ingresso na UE de mercadorias como o vacina procedente do Mercosul.

Além disso, organizações civis e eurodeputados manifestaram inquietação pelas informações que indicam um aumento do desmatamento da Amazônia brasileira.

O acordo entre a UE e o Mercosul (Argentina, Brasil, Uruguai e Paraguai) inclui que os signatários cumpram com os compromissos do Acordo de Paris contra a mudança climática. EFE

Economia