PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Aston Martin DB5 de James Bond é leiloado por US$ 6,4 milhões

16/08/2019 18h13

Washington, 16 ago (EFE).- Um Aston Martin DB5 utilizado na produção de filmes de James Bond há 50 anos foi leiloado nos Estados Unidos por US$ 6,4 milhões, um recorde para este modelo, que é o mais associado com o personagem criado por Ian Fleming.

Embora o carro leiloado na noite de quinta-feira na mostra de veículos clássicos de Pebble Beach, na Califórnia, não tenha sido utilizado em filmes, mas para eventos promocionais de "007 Contra a Chantagem Atômica", de 1965, este DB5 conta com todas as características mostradas no longa-metragem.

O veículo, de cor cinza, conta com para-choques retráteis, gerador de fumaça, um painel traseiro à prova de balas e até metralhadoras Browning de calibre.30 - é bom alertar: que não funcionam - nos faróis, entre outras peculiaridades.

O Aston Martin DB5 foi lançado pela marca britânica em 1963 como um veículo de dois lugares de luxo e, após aparecer pela primeira vez em "007 contra Goldfinger", com o ator Sean Connery ao volante, se transformou em um elemento obrigatório na série de filmes por muitos anos.

O modelo também apareceu em "007 Contra a Chantagem Atômica", "007 Contra GoldenEye", "007 - O Amanhã Nunca Morre", "007: Cassino Royale", "007 - Operação Skyfall" e "007 Contra Spectre".

O mesmo automóvel leiloado ontem em Pebble Beach e que ficou em exibição durante 35 anos no Museu do Automóvel de Smokey Mountain (EUA) tinha sido vendido em 2006 por US$ 2,09 milhões. E, em 2011, um DB5 utilizado nas gravações de um dos filmes de James Bond foi leiloado por US$ 4,6 milhões.

O DB5 foi projetado para a Aston Martin pela empresa italiana Carrozzeria Touring Superleggera com um motor totalmente de alumínio de 4 litros e uma transmissão de cinco velocidades que produz 282 cavalos de potência. A velocidade máxima que pode ser alcançada é de 233 km/h.

Foram produzidas outras três variações do DB5. O cupê Vantage tinha três carburadores e 325 cavalos de potência. A versão conversível teve apenas 123 unidades produzidas, e a terceira foi também uma série especial, de 12 veículos customizados como peruas. EFE