PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Bolsonaro anuncia acordo de livre-comércio entre Mercosul e EFTA

23/08/2019 18h32

Brasília, 23 ago (EFE).- O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta sexta-feira a conclusão das negociações para um acordo entre o Mercosul e a Associação Europeia de Livre-Comércio (EFTA), formada por Suíça, Noruega, Islândia e Liechtenstein.

"Concluímos hoje as negociações do acordo de livre-comércio entre Mercosul e EFTA (Suíça, Noruega, Islândia e Liechtenstein), que tem PIB de US$1,1 trilhão e é o 9° maior ator comercial do mundo. Mais uma grande vitória de nossa diplomacia de abertura comercial", escreveu o presidente brasileiro no Twitter.

Bolsonaro não deu detalhes sobre os termos do acordo, que serão explicados posteriormente pelas delegações dos dois blocos.

O pacto ocorre depois do tratado negociado entre Mercosul e União Europeia (UE), anunciado em julho. O acordo, porém, está sob risco devido aos incêndios na Amazônia. Os governos de França e Irlanda ameaçaram não ratificá-lo caso Bolsonaro não se comprometa a mudar sua política ambiental para a região.

Os quatro países que integram a área de livre-comércio da EFTA representa um mercado de 14 milhões de pessoas. Em conjunto, o Mercosul exporta cerca de US$ 3 bilhões por ano ao bloco.

Fontes do governo brasileiro disseram à Agência Efe que o acordo com a EFTA foi facilitado em parte pela conclusão das longas negociações com a UE, que se estenderam por quase 20 anos. O acordo representa um "excelente cartão de visitas" para o Mercosul.

O ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, já tinha antecipado que esperava concretizar o acordo com o EFTA no segundo semestre deste ano, quando o Brasil assumiria a presidência rotativa do Mercosul. EFE