PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Wall Street volta a bater recordes em pregão protagonizado pela Amazon

26/12/2019 19h16

Nova York, 26 dez (EFE).- Wall Street voltou a bater recordes em seus três principais indicadores em um dos últimos pregões de 2019 e que desta vez foi protagonizado por uma forte valorização das ações da Amazon, que anunciou um resultado inédito nas vendas de Natal.

O Dow Jones Industrial subiu 0,37% e estabeleceu sua nova melhor marca: 28.455,09 pontos. O seletivo S&P 500 avançou 0,51%, para 3.239,91, também um recorde, assim como conseguiu o Nasdaq Composite, que fechou em alta de 0,78% e chegou a 9.022,39 pontos, superando pela primeira vez a barreira dos 9.000 em sua história.

A Bolsa de Nova York, que está em pleno "Santa Claus rally" - como é conhecida a reta final de pregões de um ano, quando é comum haver altas expressivas, foi estimulada pela divulgação de que a Amazon bateu neste ano todos os recordes em volume de vendas de período natalino.

Em comunicado no qual não foi revelado o valor do faturamento, o empresário Jeff Besos disse que as atividades da empresa foi "melhor do que nunca" e agradeceu aos funcionários e colaboradores pelo "esforço".

Os títulos da Amazon tiveram a maior alta do dia entre os cotados no índice composto da Nasdaq (4,45%). Já no Dow Jones, os destaques positivos foram de Apple (1,98%), JPMorgan Chase (1,06%), Walgreens Boots Alliance (0,94%), Visa (0,85%) e Microsoft (0,82%). A maior das únicas cinco quedas foi dos papéis da Boeing (-0,92%).

No horário de fechamento da bolsa, a onça do ouro subia para US$ 1.516,20, e o rendimento dos treasuries com vencimento em 10 anos caía para 1,894%. EFE