PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Barril do Texas fecha em alta de 0,3%

06/01/2020 17h42

Nova York, 6 jan (EFE).- O barril do Petróleo Intermediário do Texas (WTI) fechou em alta de 0,3% nesta segunda-feira, cotado a US$ 63,27 o barril, pressionado pela tensão entre Estados Unidos e Irã, depois de ataque o general Qasem Soleimani, comandante da Força Quds, unidade especial dos Guardiões da Revolução Islâmica.

Ao final das operações da Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos futuros do WTI para entrega em fevereiro subiram US$ 0,22 em relação ao valor do pregão de sexta-feira.

As cotações barril do Texas chegaram a crescer cerca de 2%, em uma jornada de muita volatilidade, devido aos temores de que o Irã execute alguma ação em represália ao ataque de quatro dias atrás, realizado nos arredores do aeroporto internacional de Bagdá.

Depois da morte de Soleimani, o governo e as forças de segurança iranianas prometeram ações contra os Estados Unidos, o que, segundo analistas de Wall Street determinaria a direção do próximo movimento do petróleo.

As análises, no entanto, apontam que o preço do barril está mostrando estabilidade, apesar da difícil situação geopolítica.

Neste domingo, o Irã aumentou a instabilidade, ao anunciar que não respeitaria as restrições de enriquecimento de urânio, estabelecidas em acordo nuclear de 2015, aumentando ainda mais a escalada das tensões.

Entre as possíveis represálias do Irã, segundo os analistas, estariam a fluxos de petróleo a partir de oleodutos ou carregamentos através do Estreito de Ormuz ou do Mar Vermelho, por onde passa mais de 20% da produção mundial.

Nesse contexto, os contratos futuros de gasolina com vencimento em fevereiro ficaram estáveis, a US$ 1,75 por galão, e os de gás natural, com vencimento no mesmo mês, e também seguiram congelados, em US$ 2,13 por cada mil pés cúbicos. EFE