PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Bolsonaro é submetido a controle médico após Secretário de Comunicação ser diagnosticado com COVID-19

12/03/2020 19h21

Brasília, 12 mar (EFE).- O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, se encontra sob estrito controle médico depois que o titular da Secretaria Especial de Comunicação da Presidência, Fabio Wajngarten, testou positivo para coronavírus, segundo informou o Governo nesta quinta-feira.

"O Serviço Médico da Presidência adotou e está adotando as medidas preventivas necessárias para preservar a saúde" de Bolsonaro e de toda a comitiva presidencial que o acompanhou durante sua recente viagem oficial aos Estados Unidos", indicou o comunicado emitido pelo Palácio do Planalto.

Durante a visita aos EUA, entre o último sábado e esta terça-feira, Wajngarten esteve com Bolsonaro e com vários ministros, que viajaram no avião oficial, e também participou de um jantar oferecido pela delegação norte-americana, com a presença de seu presidente, Donald Trump.

Segundo fontes oficiais consultadas pela Efe, a Embaixada dos Estados Unidos no Brasil pediu informações sobre o estado de saúde de Wajngarten, com o objetivo de descobrir quando ele poderia ter contraído o vírus.

Bolsonaro já cancelou uma viagem que tinha prevista para esta quinta-feira ao Rio Grande do Norte, decisão considerada "prudente" diante do avanço do coronavírus, segundo o Ministério de Desenvolvimento Regional.

A carteira explicou através de um comunicado, difundido antes da confirmação sobre o estado de saúde de Wajngarten, que após a OMS ter declarado que o mundo enfrenta uma pandemia de coronavírus, "se considerou prudente suspender a ceremônia".

Durante sua visita a Miami, Bolsonaro participou de um encontro com membros da comunidade brasileira que residem nos Estados Unidos, e tratou de minimizar os riscos do coronavírus.

Até agora, no Brasil foram confirmados cerca de 80 casos de COVID-19, mas nenhuma morte foi registrada.