PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

United Airlines anuncia intenção de suspender cerca de 36 mil empregos

08/07/2020 19h19

Nova York (EUA), 8 jul (EFE).- A companhia aérea americana United Airlines anunciou nesta quarta-feira que pode colocar quase a metade do efetivo de funcionários em regime de suspensão temporária de trabalho, a partir de outubro, caso seja mantida a baixa demanda, o que afetaria cerca de 36 mil pessoas.

A situação dos Estados Unidos, com aumento de número de casos de infecção pelo novo coronavírus, e o retrocesso no aumento de passageiros, na comparação com abril, fizeram a companhia a anunciar a medida "potencial", que seria a primeira de uma empresa do setor no país.

Hoje, a United começaria a enviar cartas para os funcionários, avisando da possibilidade de passarem a fazer parte de um plano de suspensão "não voluntária" de emprego, que se somaria às demissões de 2,7 mil trabalhadores, em departamentos administrativos e de gerência, feitas em abril.

O movimento foi classificado, em comunicado emitido pela companhia, como "último recurso" para manter a viabilidade financeira, apesar da injeção de capital feita pelo governo, desde o início da pandemia da Covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus.

Entre os afetados, estariam 15 mil auxiliares de voo, 11 mil atendentes de passageiros e controladores de acesso, 5,5 mil integrantes das equipes de manutenção e 2,25 mil pilotos.

Segundo a United, as reservas de passagem para julho estão 75% abaixo do mesmo período do ano passado, enquanto para agosto a expectativa é que a queda fique em torno de 65%, na comparação com 12 meses atrás.

Os Estados Unidos chegaram hoje aos 3 milhões de casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus. O país tem registrado alta recente, em especial, nos estados do Arizona, Flórida e Texas. EFE

jmr/bg