PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Reino Unido pagará parte dos salários diante da nova onda de Covid-19

24/09/2020 17h45

Londres, 24 set (EFE).- O governo do Reino Unido vai pagar parte dos salários dos trabalhadores durante um período de seis meses para mitigar o impacto das novas restrições impostas por conta da pandemia da Covid-19, segundo anúncio realizado nesta quinta-feira pelo ministro da Economia, Rishi Sunak.

Em uma declaração à Câmara dos Comuns, Sunak destacou que esse plano, que começará a entrar em vigor no dia 1º de novembro, visa pagar parte dos salários dos funcionários que trabalham até um terço do horário normal de trabalho.

O ministro explicou que a medida substituirá a aplicada em março, onde o governo paga até 80% dos salários - até ao máximo de 2,5 mil libras (cerca de R$ 17,5 mil) mensais - das pessoas que não puderam trabalhar devido ao confinamento do país. Esse plano será encerrado no final de outubro.

O ministro da Economia lembrou, no entanto, que a nova medida visa proteger empregos "viáveis" em vez de continuar financiando aqueles que só foram mantidos com a ajuda dos 80% dos salários fornecido pelo governo.

Além disso, o ministro anunciou que o corte do Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA) de 20% para 15% para o turismo e hotelaria será prorrogado até 31 de março de 2021, enquanto as empresas que receberam empréstimos do Estado durante a pandemia terá mais tempo para pagá-los.