PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

OMS lança campanha para que 100 milhões de pessoas parem de fumar ajudadas pelo Whatsapp

08/12/2020 16h50

Genebra, 8 dez (EFE).- A Organização Mundial da Saúde (OMS) iniciou nesta terça-feira uma campanha, com duração de um ano, para incentivar 100 milhões de pessoas em todo o mundo a tentarem deixar de fumar com a ajuda do Whatsapp e de outras ferramentas digitais.

A campanha, que focará especialmente em países com elevados níveis de tabagismo (Brasil, Estados Unidos, México, China e Alemanha, entre outros), promoverá a criação de redes sociais de comunidades de pessoas que estão largando o hábito de fumar, para que possam se apoiar neste desafio e compartilhar informação.

A iniciativa também visa aumentar o acesso aos serviços de ajuda para deixar de fumar e "aumentar a conscientização sobre as táticas usadas pelas empresas de tabaco", explicou a OMS em comunicado.

O movimento conta com a participação de multinacionais como Google, Amazon, Facebook e Johnson & Johnson, entre outras, juntamente com o WhatsApp.

Em nível mundial, cerca de 780 milhões de pessoas dizem querer deixar de fumar, mas apenas 30% delas têm acesso aos instrumentos que as ajudam a abandonar o hábito, disse a OMS, que espera que a campanha aumente a disponibilidade dessas ferramentas.

A pandemia COVID-19, uma doença potencialmente mais grave para fumantes com doenças respiratórias crônicas, provocou um aumento no número de pessoas interessadas em deixar de fumar, de acordo com a OMS.

"Fumar mata oito milhões de pessoas por ano, mas se os fumantes ainda precisam de mais razões para deixarem de fumar, a pandemia tem sido um verdadeiro incentivo", argumentou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom.