PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Bolsonaro manifesta preocupação com "entraves pontuais" dentro do Mercosul

16/12/2020 18h21

Montevidéu, 16 dez (EFE).- O presidente Jair Bolsonaro fez um alerta nesta quarta-feira sobre as divergências que existem no Mercosul e defendeu o trabalho conjunto entre todos os integrantes do bloco, para que seja possível competir com outras potências e alianças estrangeiras.

"No âmbito comercial, não posso deixar de manifestar preocupação com o ressurgimento de entraves pontuais entre os estados. Devemos deixar de lado essas discordâncias que pertencem a um passado já superado", afirmou o chefe de governo, durante discurso transmitido de maneira virtual, durante a 57ª Cúpula do Mercosul, em que a Argentina assume a presidência "pro tempore" do bloco.

Bolsonaro, que classificou o Mercosul como "um aliado na promoção da agenda de reformas estruturais", admitiu, no entanto, que os impasses qe existiram até hoje entre os diferentes líderes e governos, não paralisaram o bloco em momento algum.

"Ressalto que as diferenças entre nossos governos, na condução da agenda econômica e comercial, não devem levar a impasses que poderiam colocar em risco o andamento de nossa agenda comum", garantiu o presidente brasileiro.

"Precisamos trabalhar juntos para não sermos ultrapassados por outros mecanismos que almejam objetivos similares aos nossos", completou.

Bolsonaro destacou o fechamento do acordo de comércio eletrônico do Mercosul, alcançado durante o semestre da presidência do Uruguai, que se encerrou nesta Cúpula, além de negociações outros pactos, a revisão da Tarifa Externa Comum, a adaptação dos setores automotivo e açucareiro à união aduaneira, o anticorrupção, além dos esforços para modernizar e tornar o bloco mais eficiente.

O presidente do Brasil, que será o próximo a assumir a liderança da Mercosul, em julho do ano que vem, exaltou a capacidade de adaptação do bloco, que se trata, segundo ele, de uma característica fundamental para que seja mantida a relevância do bloco.

"Além de promover a integração regional, o Mercosul é um instrumento crucial para alcançarmos um crescimento econômico sustentável, para aprofundarmos a inserção internacional de nossas economias e para melhorarmos a qualidade de vida de nossos povos", disse Bolsonaro. EFE

apc-cmm/bg

(foto) (vídeo)

PUBLICIDADE