PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Sánchez vê relações comerciais entre Espanha e EUA reforçadas com Biden

18/12/2020 11h56

Nova York, 17 dez (EFE).- O presidente do governo espanhol, Pedro Sánchez, se mostrou confiante nesta quinta-feira de que as relações entre Espanha e Estados Unidos serão reforçadas sob o mandato do presidente americano eleito, Joe Biden, que tomará posse no dia 20 de janeiro.

"Em 2021, será aberta uma nova etapa. Estou confiante de que o novo governo americano propiciará as condições para que as relações comerciais entre nossos países sejam reforçadas e se consolidem", disse Sánchez em mensagem gravada e divulgada durante a cerimônia anual da Câmara de Comércio Espanha-EUA, que pela primeira vez ocorreu virtualmente.

Ao ressaltar que o caminho que une os países é "o da cooperação e do multilateralsmo", Sánchez destacou as consequências negativas da pandemia em ambas as economias e comentou que, de acordo com a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), a contração do produto interno bruto (PIB) dos EUA em 2020 será de 3,7%, enquando o da Espanha cairá 11,2%.

Ainda citando os dados, o governante frisou que a recuperação prevista para 2021 é de 3,2% para os EUA, e de 7,2% a 9,8% para a Espanha.

Segundo Sánchez, a economia espanhola poderá crescer 9,8% "com uma execução plena do plano de recuperação, transformação e resiliência europeu, que injetará 140 bilhões de euros na economia nos próximos seis anos.

"Estaríamos diante de uma das maiores recuperações globais, acima da recuperação da zona do euro", comentou o chefe do governo, que, ao convidar investidores americanos, acrescentou que, depois da pandemia, a Espanha estará "em condições de crescer mais e melhor, de forma mais saudável e mais forte". EFE

jfu/vnm