PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

França reabre fronteira com Reino Unido para tráfego de caminhões

23/12/2020 14h35

Paris, 23 dez (EFE).- Caminhões e veículos profissionais voltaram a cruzar o Canal da Mancha nesta quarta-feira, após 48 horas de bloqueio no porto de Dover, na Inglaterra, com a reabertura das fronteiras entre o Reino Unido e a França, com a imposição de testes diagnósticos para passar.

Os primeiros veículos chegaram ao porto de Calais por volta das 3h30 (hora local), quando os caminhões começaram a deixar a primeira balsa que partia da Inglaterra depois da meia-noite.

De acordo com o jornal francês "La Voix du Nord", as autoridades também observaram a passagem de alguns carros durante a madrugada.

Durante a noite, havia cerca de 3 mil caminhões esperando para cruzar o canal de balsa.

"Os testes terão que ser organizados, mas não haverá mudanças logísticas no porto. Não esperamos um grande fluxo de caminhões nesta quarta-feira para a Inglaterra, os britânicos já armazenaram o suficiente", disse o presidente da Sociedade de Exploração Portuária, Jean-Marc Puissesseau, ao jornal francês.

Por sua vez, o tráfego ferroviário no Eurotúnel para passageiros também começou pouco depois da meia-noite, apenas para viajantes franceses ou residentes na França que puderam apresentar um teste PCR realizado 72 horas antes.

Os trabalhadores que precisam cruzar a fronteira podem recorrer a testes rápidos de antígenos em vez de PCRs. As autoridades francesas também poderiam fazer amostras aleatórias da mercadoria.

Os caminhoneiros que pegam o Eurotúnel são diretamente diagnosticados pelas autoridades de saúde britânicas com testes rápidos de antígeno, informa a empresa no Twitter.

A França reabriu, por volta da meia-noite, as fronteiras com o Reino Unido para o trânsito de cidadãos, embora exigirá um teste negativo contra o coronavírus, seja ele PCR ou antígenos sensíveis à nova cepa detectada em território britânico.

A medida vai permitir a utilização da maior fronteira europeia no Reino Unido por cidadãos franceses ou residentes na França, pessoas em trânsito, transportadores e todo pessoal envolvido no tráfego de mercadorias.