PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Peru volta a prorrogar suspensão de voos com Brasil, Índia e África do Sul

27/07/2021 05h24

Lima, 26 jul (EFE).- O Peru manterá a suspensão dos voos comerciais com Brasil, Índia e África do Sul pelo menos até agosto, após o governo ampliar a medida por mais duas semanas para reduzir no país o risco de propagação das variantes do novo coronavírus.

A prorrogação foi estabelecida pelo Ministério dos Transportes e Comunicações através de uma resolução ministerial publicada nesta segunda-feira no jornal oficial "El Peruano".

Essa medida estende de 1º para 15 de agosto a suspensão dos voos de passageiros de Brasil, Índia e África do Sul, onde foram registrados surtos de novas variantes do coronavírus, como medida preventiva para "evitar uma possível importação em massa de casos dessas variantes que poderiam se propagar no Peru".

Esta é a quarta vez que o governo peruano prorroga a suspensão desses voos desde 15 de março. No entanto, apesar das precauções tomadas para evitar a chegada das novas variantes, o país está atualmente ciente da presença de quatro delas.

A variante dominante no país é a C.37, também conhecida como andina, mas há também a britânico, a brasileiro e, mais recentemente, a delta, como é chamada internacionalmente a mutação indiana do coronavírus.

Para entrar no Peru por via aérea, as autoridades sanitárias têm exigido há meses um teste de PCR negativo para a covid-19 feito há até 72 horas, assim como uma declaração juramentada de saúde e a utilização permanente de uma máscara e de um escudo facial durante todo o voo.

Embora estas regras permaneçam em vigor, o governo estabeleceu em 11 de julho que os viajantes também podem entrar no território nacional com um resultado negativo de um teste de antígeno, emitido até 24 horas antes do embarque.

De acordo com o último balanço oficial, o Peru já contabilizou mais de 2,1 milhões de casos sintomáticos de covid-19, dos quais cerca de 195.900 resultaram em morte.

PUBLICIDADE