PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Biden não vai renovar adicional a auxílio desemprego depois de setembro

19/08/2021 22h30

Washington, 19 ago (EFE).- O governo dos Estados Unidos não vai estender o aumento de US$ 300 por semana no auxílio desemprego, que expira em 6 de setembro, devido ao ritmo da recuperação econômica no país.

"A ajuda de US$ 300 vai expirar em 6 de setembro, como previsto", disseram Janet Yellen, secretária do Tesouro, e Marty Walsh, secretário do Trabalho, em carta conjunta à comissão de finanças do Senado.

"Como o presidente (Joe) Biden declarou, o impulso foi sempre destinado a ser temporário, e é apropriado que esse benefício termine", acrescentaram.

A taxa de desemprego caiu gradualmente nos últimos meses nos EUA para 5,4% em julho, depois de ter subido acima de 10% em 2020 devido ao impacto econômico da pandemia de covid-19.

Yellen e Walsh especificaram que "alguns estados" podem usar parte dos fundos federais aprovados durante o último pacote de resgate para entidades estaduais e municipais no valor de US$ 350 bilhões para estender esta ajuda.

Com isso, enfatizaram, os moradores desses estados pode ter "um pouco mais de tempo para encontrar emprego em áreas onde o desemprego permanece elevado".

Vários estados, a maioria deles governados por republicanos, decidiram cortar essa ajuda adicional no início do verão (no hemisfério norte) em resposta às dificuldades de algumas empresas em contratar, alegando que este apoio desencoraja a busca por emprego.

PUBLICIDADE