PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Jovens protestam contra bitcoin e denunciam perseguição em El Salvador

02/09/2021 03h05

San Salvador, 1 set (EFE).- Um grupo de jovens protestou nesta quarta-feira em El Salvador contra a implementação do bitcoin como moeda de troca e denunciou uma perseguição política contra os críticos do governo do presidente Nayib Bukele.

Os manifestantes, reunidos no Monumento à Constituição, na capital do país, San Salvador, condenaram a detenção do ativista Mario Gómez, que havia criticado a implementação do bitcoin por supostamente estar envolvido em fraudes financeiras.

Gómez, que em suas redes sociais advertiu sobre os possíveis inconvenientes de adotar o bitcoin como moeda corrente, foi detido nas primeiras horas desta quarta-feira e liberado ao meio-dia.

"Nem Mario, nem qualquer outra pessoa detida arbitrariamente está sozinha, nós nos declaramos em alerta e prontos para apoiar nossos companheiros. Por Mario, não ao bitcoin!" disse um dos manifestantes no protesto, lendo um comunicado dos participantes.

Os jovens, que chamaram Bukele de "fascista" e reiteraram sua rejeição ao bitcoin, alegaram que o governo salvadorenho tenta "silenciar" as vozes críticas, especialmente as dos que "não acreditaram em suas mentiras e que denunciam as ações arbitrárias cometidas por seu governo".

"Repudiamos todos os atos destinados a intimidar as lutas sociais dissidentes contra o regime de Bukele, incluindo o curso do ódio", acrescenta o texto dos manifestantes.

O uso do bitcoin como moeda corrente em El Salvador foi criticado por alguns economistas, que alertaram sobre os riscos de ele não ser usado adequadamente e sobre o fato de a lei que o implementa entrar em vigor sem programas de educação financeira para a população.

A partir da próxima terça-feira, El Salvador será o primeiro país do mundo a fazer com que o bitcoin tenha curso legal, circulando junto com o dólar americano, a moeda oficial do país centro-americano.

PUBLICIDADE