PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

López Obrador prevê que México crescerá pelo menos 5% ao ano até 2024

06/09/2021 18h22

Cidade do México, 6 set (EFE).- O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, previu nesta segunda-feira que o país crescerá mais de 6% neste ano e crescerá em média 5% até 2024, permitindo que a nação saia da crise gerada pela pandemia.

"Todas as projeções falam que vamos crescer em torno de 6% e estou pensando que até 2024 vamos crescer em média 5% ao ano, para que tenhamos crescimento econômico", disse o presidente durante sua entrevista coletiva diária no Palácio Nacional.

López Obrador baseou seu otimismo, em primeiro lugar, nas oportunidades oferecidas pelo novo acordo de livre-comércio entre o México, EUA e o Canadá (T-MEC), que está em vigor há pouco mais de um ano.

Ele destacou que o México é um dos poucos países do mundo onde é possível investir na produção de bens e o mercado mais importante do mundo está garantido, em referência aos EUA.

O mandatário afirmou que isso faz com que cresçam os investimentos estrangeiros no México e a geração de empregos para o setor de exportação.

López Obrador garantiu que seu governo continuará promovendo o investimento estrangeiro e privado e destacou que o México "é um dos poucos países do mundo onde se pode investir em bens".

"Há um grande futuro para investimentos", disse, acrescentando que o investimento estrangeiro e o número de empresas que estão se instalando para a produção estão crescendo.

"Vamos continuar promovendo o desenvolvimento, virá o investimento estrangeiro e haverá o investimento privado nacional", reiterou, e afirmou que isso vai gerar mais empregos e buscar o desenvolvimento horizontal.

Ele disse ainda que o turismo é outra área de oportunidades para o crescimento econômico do país.

A economia mexicana contraiu 8,2% em 2020, sua pior recessão desde a Grande Depressão de 1932, de acordo com dados do Inegi.

Em 2021, tanto o governo mexicano quanto analistas privados concordam que o país crescerá pelo menos 6%.

O Produto Interno Bruto (PIB) do México contraiu 0,1% em 2019 devido à queda da atividade industrial, que representou uma queda substancial em relação ao crescimento de 2,1% no ano anterior.

PUBLICIDADE