PUBLICIDADE
IPCA
1,16 Set.2021
Topo

Reino Unido retira Brasil da lista de destinos com risco de covid-19

08/10/2021 06h25

Londres, 7 out (EFE).- O governo do Reino Unido anunciou nesta quinta-feira que reduzirá a sete países a sua lista de territórios classificados com risco de contágio do novo coronavírus, que a partir da semana que vem incluirá apenas Venezuela, Peru, Panamá, Haiti, Equador, República Dominicana e Colômbia.

Outros 47 países que até então eram enquadrados nas restrições máximas de viagem para evitar a covid-19 serão retirados desta categoria, entre eles Brasil, Argentina, Chile, Paraguai, Uruguai, Costa Rica, Cuba e México.

Apenas cidadãos britânicos e pessoas com permissão de residência no Reino Unido podem entrar no país procedentes de um destino incluído na lista. Essas pessoas precisam cumprir uma quarentena de dez dias em um hotel determinado pelo governo ao chegarem.

O Reino Unido eliminou neste mês as categorias verde e âmbar do semáforo de viagens, motivo pelo qual os viajantes procedentes de qualquer outro destino deverão se submeter a um único teste de coronavírus ao chegarem, caso estejam vacinados.

O ministro do Interior britânico, Sajid Javid, anunciou que agora esse teste poderá ser de antígenos, não necessariamente o de PCR.

Para os vacinados, continua sendo obrigatório testar negativo em um teste três dias antes de viajar e passar por outros dois testes no território britânico, no segundo e no oitavo dias após a chegada, além de cumprir uma quarentena de dez dias em lugar escolhido pelo viajante.

"As medidas anunciadas nesta quinta-feira marcam o próximo passo da abertura às viagens. Oferecem estabilidade aos passageiros e à indústria", afirmou no Twitter o ministro do Transporte britânico, Grant Shapps.

O governo do Reino Unido antecipou também que reconhecerá como válidos os comprovantes de vacinação de mais 37 territórios, entre eles Brasil, Hong Kong, Índia, Paquistão, África do Sul e Turquia. EFE

PUBLICIDADE