PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Responsáveis por estudos no mercado de trabalho ganham Nobel de Economia

11/10/2021 12h02

Copenhague, 11 out (EFE).- Os economistas David Card, Joshua D Angrist e Guido W. Imbens receberam o Prêmio Nobel de Economia nesta segunda-feira por "tirar conclusões de experimentos inesperados" e aplicá-los à análise do mercado de trabalho, informou a Academia Real das Ciências da Suécia.

Os vencedores do Nobel de Economia deste ano "mostraram que muitas das grandes questões da sociedade podem ser respondidas. A solução deles é usar experimentos naturais, situações que surgem na vida real que se assemelham a experiências aleatórias", explicou a Academia.

Todos eles - o canadense Card, o americano Angrist e o holandês naturalizado americano Imbens - "forneceram novos conhecimentos sobre o mercado de trabalho e mostraram quais conclusões sobre causa e efeito podem ser tiradas de experimentos naturais".

"Sua abordagem se espalhou para outros campos e revolucionou a pesquisa empírica", disse a Academia.

"Por meio de experimentos naturais, David Card analisou os efeitos do salário mínimo, da imigração e da educação no mercado de trabalho", afirmam os integrantes da instituição.

Angrist e Imbens "mostraram quais conclusões sobre causa e efeito podem ser tiradas de experimentos naturais. A estrutura que desenvolveram foi amplamente adotada por pesquisadores que trabalham com dados observacionais".

Em resumo, o trabalho dos economistas "revolucionou a pesquisa empírica nas ciências sociais e aumentou significativamente a capacidade da comunidade de pesquisa de responder a questões de grande importância para todos nós".

O prêmio é o último Nobel anunciado e será entregue, como os demais, no dia 10 de dezembro. EFE

PUBLICIDADE