PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Governo venezuelano afirma que "novo ataque" deixou Caracas sem luz

14/10/2021 19h36

Caracas, 14 out (EFE).- O governo da Venezuela afirmou nesta quinta-feira que o sistema elétrico nacional foi vítima de um "novo ataque" durante esta manhã, após registrar um "desprendimento" de linhas de alta tensão em uma região de Caracas que deixou várias partes da capital sem eletricidade.

"Queremos informar o povo venezuelano de que houve um novo ataque ao sistema elétrico nacional, neste caso um desprendimento nas linhas 1 e 2 da linha 69 Kb de Papelón Convento, aqui no Distrito da Capital", disse o ministro da Energia Elétrica, Nestor Reverol, ao canal estatal "VTV".

O anúncio do ministro veio após várias áreas da capital venezuelana terem começado a recuperar o serviço de eletricidade. De acordo com Reverol, apenas 30% da capital foi afetada pelo apagão.

"Felizmente, graças à reação imediata da nossa mão de obra, já recuperamos quase 90% da carga", acrescentou.

O ministro disse também que o desprendimento das linhas de alta tensão, que estão localizadas na montanha que rodeia a capital venezuelana, conhecida como Ávila ou Guarira Repano, causou um incêndio que já foi controlado pelos bombeiros.

Uma "equipe especial" da Corporação Nacional de Eletricidade (Corpoelec) e do Corpo de Investigações Científicas Penais e Criminalística (Cicpc) está no local para avaliar as causas do desprendimento das linhas de alta tensão.

Reverol também garantiu que continuará a denunciar a "desestabilização sistemática" do sistema elétrico.

"Este boicote é sustentado por pessoas sem escrúpulos que querem criar caos e agitação entre a população", acusou, ao enfatizar que, neste momento, o serviço nacional de eletricidade está estabilizado e que "não há nenhuma afetação nacional".

No entanto, partes do estado de Zulia, localizadas no noroeste do país e afetadas por apagões constantes, estão sem serviço de eletricidade, enquanto outros locais, como a cidade de Valencia, registraram até hoje quatro falhas de energia elétrica.

A Venezuela tem sofrido constantes falhas de energia em diferentes partes do país há mais de uma década, mas nos últimos três anos os apagões têm sido mais frequentes na capital venezuelana. EFE

PUBLICIDADE