PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

Superávit comercial da Argentina dispara 178% interanual em setembro

22/10/2021 01h39

Buenos Aires, 21 out (EFE).- A Argentina registrou um superávit comercial de US$ 1,667 bilhão em setembro, o que representa um salto de 178% em relação ao saldo alcançado no mesmo mês em 2020, informaram fontes oficiais nesta quinta-feira.

Segundo o Instituto Nacional de Estatística e Censos (Indec), o volume de intercâmbio comercial (exportações mais importações) aumentou em setembro 51,8% em relação ao ano anterior, chegando a US$ 13,439 bilhões.

De acordo com dados oficiais, em setembro a Argentina exportou US$ 7,553 bilhões, 59,8% a mais do que no mesmo mês de 2020.

Já as importações totalizaram US$ 5,886 bilhões, o que representa um aumento de 42,6% em relação ao ano anterior.

Segundo o relatório oficial, nos primeiros nove meses do ano a Argentina acumulou um superávit comercial de US$ 12,322 bilhões - no mesmo período de 2020, o saldo positivo foi de US$ 11,837 bilhões.

Entre janeiro e setembro, as exportações da Argentina totalizaram US$ 58,276 bilhões, um aumento de 38,2% em relação ao mesmo período no ano anterior, e suas importações totalizaram US$ 45,954 bilhões, um aumento de 51,5% nessa comparação de períodos.

A Argentina havia registrado um superávit comercial de US$ 12,528 bilhões no ano passado, uma retração de 21,6% em comparação com o saldo positivo alcançado em 2019.

De acordo com o projeto de orçamento para 2022 apresentado em setembro pelo governo de Alberto Fernández ao Parlamento, a Argentina conseguirá um superávit comercial de US$ 12,878 bilhões em 2021, com US$ 81,067 bilhões em exportações (+26% interanual) e US$ 68,189 bilhões em importações (+31,3%).

Já a projeção orçamentária para 2022 é de um superávit comercial de US$ 9,323 bilhões, com US$ 85,887 bilhões em exportações (+5,9%) e US$ 76,565 bilhões em importações (+12,3%). EFE

PUBLICIDADE