PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

Argentina busca atrair dólares com conta bancária para turistas estrangeiros

29/10/2021 00h06

Buenos Aires, 28 out (EFE).- O Banco Central da República Argentina decidiu nesta quinta-feira disponibilizar uma conta bancária para que os turistas estrangeiros possam depositar dólares para seus gastos em pesos durante a visita, iniciativa que busca captar divisas em um momento de grande apetite pela moeda americana no país sul-americano.

Através de uma resolução adotada pela direção da autoridade monetária, os turistas estrangeiros em visita à Argentina poderão abrir virtualmente uma conta bimonetária (dólares americanos e pesos argentinos) e utilizar esta conta para ter acesso a serviços financeiros e meios de pagamento eletrônicos.

Para isso, os visitantes deverão ter uma conta bancária no país de origem, que será a única autorizada a transferir dólares para a conta na Argentina.

De acordo com uma declaração do banco central, estas contas poderão ser utilizadas para fazer compras em lojas com pesos por cartão de débito ou através de aplicativos bancários digitais, e para sacar dinheiro em moeda argentina.

Os créditos em moeda estrangeira nesta "caixa econômica turística" devem ser feitos através de transferências das contas do titular no país de origem ou através de depósitos de dólares em espécie, limitados a US$ 5 mil.

Se houver saldo na conta do cliente em moeda estrangeira ao término da viagem, o banco deverá transferir a quantia automaticamente para a conta no país de origem e fechar a que foi aberta na Argentina.

MAIS TURISMO, MAIS DÓLARES.

Segundo o governo argentino, ao abrir estas contas, os turistas "se beneficiam porque não têm de manusear dinheiro e evitam o risco de serem roubados ou enganados com moeda falsa".

"Esta é uma notícia importante para o turismo estrangeiro", informaram fontes do governo à Agência Efe. A Argentina se prepara para reabrir ao turismo estrangeiro a partir de 1º de novembro, após o fechamento geral das fronteiras em março de 2020 devido à pandemia de covid-19.

Em 2019, antes da crise sanitária mundial, a Argentina recebeu 3.065.200 turistas estrangeiros, arrecadando US$ 3,176 bilhões em moeda estrangeira, de acordo com dados oficiais.

"Temos as melhores expectativas para esta nova etapa, onde o turismo receptivo será o protagonista da reativação econômica através da receita em moeda estrangeira e da geração de emprego", declarou o ministro do Turismo argentino, Matías Lammens, nesta quinta-feira, em reunião com o ministro das Relações Exteriores, Santiago Cafiero, e embaixadores argentinos para coordenar acções que promovam a chegada de turistas estrangeiros.

A moeda estrangeira trazida pelo turismo pode ajudar a acalmar as tensões cambiais na Argentina, onde a demanda por dólares cresce entre os investidores em meio às dúvidas sobre a fraca economia do país.

Nesta quinta-feira, o valor da moeda americana no mercado informal atingiu um novo recorde, fechando a 198 pesos por unidade, em comparação com um valor muito inferior no mercado oficial de varejo, mas com operações muito restritas, que também fecharam hoje em um máximo histórico de 105 pesos por unidade. EFE

PUBLICIDADE