PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

Governo uruguaio manterá preços dos combustíveis apesar da alta do petróleo

29/10/2021 00h23

Montevidéu, 28 out (EFE).- O Uruguai manterá em novembro, pelo segundo mês consecutivo, os preços da gasolina, do diesel e do GLP, apesar do aumento no preço do petróleo no mercado internacional, usado como referência, segundo anunciou nesta quinta-feira o Ministério de Indústria, Energia e Mineração (MIEM).

De acordo com o comunicado, a decisão foi tomada após uma análise da evolução dos Preços de Paridade de Importação (PPI), que são acompanhados mensalmente pela Unidade Reguladora dos Serviços de Energia e Água (Ursea), e dos resultados da petroleira estatal, Ancap, conforme estabelecido no artigo 235 da Lei de Urgente Consideração (LUC), o principal projeto do governo aprovado em 2020.

"(Ancap) continua recebendo receitas significativas da venda de diesel à UTE - a companhia estatal de eletricidade - para a exportação de energia para o Brasil", detalha o documento.

O MIEM afirma que, desta forma, o governo do presidente Luis Lacalle Pou "mantém o critério" de destinar os resultados extraordinários da Ancap para "favorecer a reativação econômica na etapa pós-pandemia" de covid-19.

O ministério detalha que, se a evolução dos preços internacionais tivesse sido seguida, a gasolina Super 95 teria aumentado em 3,8%, enquanto o diesel subiria 13,7%.

Embora não tenha havido nenhum aumento neste mês, o Uruguai já sofreu três aumentos de combustível até agora em 2021, situação que foi duramente criticada pela oposição por ter sido um ano de pandemia e crise econômica no país. EFE

PUBLICIDADE