PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

Peru anuncia investimentos na Marinha

15/12/2021 04h10

Lima, 14 dez (EFE).- O presidente do Peru, Pedro Castillo, anunciou que seu governo vai melhorar a capacidade operacional da Marinha do país para que ela possa continuar "cumprindo sua missão" e aproximando o poder público das regiões mais remotas.

"A missão que o país confia à Marinha é ampla e variada. Como Estado temos o dever de fortalecer sua capacidade operacional, como estamos fazendo também com a Força Aérea, o Exército e a Polícia Nacional", disse o presidente peruano nesta terça-feira, durante sua participação em uma cerimônia de formatura de aspirantes da Marinha.

Castillo informou que 32 milhões de sóis (US$ 8 milhões) foram alocados para iniciar a construção de duas plataformas de ação social itinerantes para levar serviços do Estado às populações amazônicas localizadas ao longo da bacia do rio Ucayali.

Ele acrescentou que a incorporação do navio multiuso "Paita", o segundo navio de seu tipo construído pelos Serviços Industriais da Marinha (Sima), permitirá um aumento das missões de ajuda humanitária, bem como o apoio em situações de risco e desastres naturais no país.

Castillo também disse que quatro navios-patrulha oceânica de alta velocidade estão sendo construídos no estaleiro Sima Callao, e que a fase final da aquisição e modernização de quatro helicópteros está em andamento nos Estados Unidos.

O presidente peruano também disse que o projeto de modernização e adaptação de uma aeronave Fokker para tarefas de vigilância eletrônica está em andamento e que a Marinha está modernizando dois de seus submarinos no estaleiro Callao.

Castillo enfatizou que este último é um "trabalho sem precedentes" na região e que o trabalho será concluído durante o primeiro trimestre de 2022.

Ainda de acordo com ele, o processo de aquisição de uma aeronave de treinamento para pilotos de aviação naval foi concluído, e 27 milhões de sóis (US$ 6,75 milhões) foram alocados para continuar os trabalhos de construção da nova Base Aérea Naval no Aeroporto Internacional Jorge Chávez.

O presidente peruano anunciou, ainda, que durante os últimos dias deste mês a corveta "Almirante Guise", que foi doada pela Coreia do Sul, será incorporada à Marinha e que no dia 30 de dezembro o navio oceanográfico "Carrasco" zarpará de Callao para completar a 28ª expedição científica peruana à Antártica. EFE

PUBLICIDADE