PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

Governo argentino aposta em aprovação do orçamento de 2022 no Congresso

16/12/2021 18h02

Buenos Aires, 16 dez (EFE).- O governo da Argentina está confiante que a Câmara dos Deputados vai aprovar o orçamento estatal para 2022, encaminhando assim a decisão definitiva ao Senado.

"É importante que o Congresso da Nação não só participe da sessão, mas também aprove o orçamento", disse a porta-voz da Presidência, Gabriela Cerrutti, em entrevista coletiva.

"É responsabilidade dos parlamentares dar certeza à população em um momento em que a Argentina está no processo de negociação da dívida externa herdada (do governo anterior), a fim de chegar a um acordo", acrescentou.

O orçamento de 2022 obteve parecer favorável na quarta-feira no Comitê de Orçamento da Câmara após algumas modificações que foram aceitas a pedido da oposição.

"Precisamos que seja aprovado como um primeiro passo. O próximo é o Plano Plurianual, e o terceiro é o acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI), que também passará pelo Congresso", disse Cerrutti.

O projeto de orçamento para 2022 foi construído em torno da premissa de que a Argentina conseguirá um acordo de renegociação de sua dívida de mais de US$ 43 bilhões com o FMI.

O país vem negociando desde o ano passado com a instituição um refinanciamento do acordo de ajuda financeira fechado em 2018 com o governo do então presidente Mauricio Macri (2015-2019).

A Argentina teria que pagar, entre montante principal e juros, parcelas de US$ 19,02 bilhões no próximo ano, US$ 19,27 bilhões em 2023 e US$ 4,856 bilhões em 2024.

Se o projeto de orçamento for aprovado nesta quinta-feira na Câmara, o texto será enviado ao Senado - onde o partido governista perdeu a maioria absoluta de que desfrutava após a derrota nas eleições legislativas de novembro - para debate e eventual aprovação. EFE

PUBLICIDADE