PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Papa diz que pagar impostos é sinal de legalidade e justiça

31/01/2022 14h40

Cidade do Vaticano, 31 jan (EFE).- O papa Francisco disse nesta segunda-feira que o ato de pagar impostos às vezes é interpretado com "uma cultura de desconfiança", mas na realidade "é um sinal de legalidade e justiça" e de "redistribuição da riqueza".

Em discurso a uma delegação da Agência de Administração Tributária da Itália, Francisco afirmou que o pagamento de impostos permite "proteger a dignidade dos pobres, que estão sempre em risco de serem esmagados pelos poderosos".

O pontífice ressaltou que "os impostos, quando são justos, são para o bem comum", e pediu que "trabalhemos para que a cultura do bem comum possa crescer, para que possamos levar a sério o destino universal dos bens, que a doutrina social da Igreja continua a ensinar hoje".

Francisco comentou, ainda, que o trabalho da Receita "parece ingrato aos olhos de uma sociedade que coloca a propriedade privada como algo absoluto e não a subordina ao estilo de comunhão e partilha para o bem de todos".

Ele condenou casos de evasão fiscal, pagamentos ilícitos e ilegalidade generalizada, mas também lembrou que "podemos falar da honestidade de muitas pessoas que não se esquivam ao seu dever, que pagam suas dívidas e assim contribuem para o bem comum".

"O flagelo da evasão é respondido pela simples retidão de muitos contribuintes, e este é um modelo de justiça social", acrescentou Francisco.

O papa também pediu que os funcionários fiscais sejam "transparentes", porque isso torna "as pessoas mais motivadas a pagar impostos, especialmente se a arrecadação contribuir para superar as desigualdades, para fazer investimentos para mais empregos, para garantir boa saúde e educação para todos, e para criar infraestruturas que facilitem a vida social e a economia". EFE