PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

Incêndio em armazém da 'Amazon russa' deixa pelo menos 11 feridos

3.ago.2022 - Foto tirada e divulgada pelo Ministério de Emergência da Rússia mostra um incêndio no armazém da Ozon, varejista on-line russa, perto da cidade de Istra, nos arredores de Moscou. - Ministério de Emergências da Rússia/AFP
3.ago.2022 - Foto tirada e divulgada pelo Ministério de Emergência da Rússia mostra um incêndio no armazém da Ozon, varejista on-line russa, perto da cidade de Istra, nos arredores de Moscou. Imagem: Ministério de Emergências da Rússia/AFP

Da Efe

03/08/2022 19h23Atualizada em 03/08/2022 19h23

Pelo menos 11 pessoas ficaram feridas após um incêndio em um centro de distribuição da empresa russa de comércio eletrônico Ozon, uma espécie de "Amazon" russa, nos arredores de Moscou, capital da Rússia.

"Onze pessoas ficaram feridas, duas delas foram hospitalizadas", informou o serviço de imprensa de Emergências Médicas da região de Moscou, citado pela agência de notícias russa "Interfax".

As redes sociais e emissoras de TV russas exibiram vídeos das instalações incendiadas, de onde sobe uma gigantesca coluna de fumaça preta.

O serviço de imprensa do Ministério de Emergências russo informou que o incêndio ocorreu em um armazém da empresa localizado na região de Istra, a cerca de 50 quilômetros de Moscou, e abrange uma área de 50 mil metros quadrados.

No momento do incidente, havia mais de mil funcionários no armazém, que conseguiram deixar as instalações a tempo.

A prefeita de Istra, Tatiana Vitusheva, disse que "o incêndio ocorreu, segundo dados preliminares, por incumprimento das normas de segurança", de acordo com declarações à "Intefax".

O centro de distribuição Ozon e as mercadorias armazenadas nele foram segurados por 17 bilhões de rublos, cerca de US$ 283 milhões, segundo as seguradoras AlfaStrakhovanie e Jurgens.