Bolsas

Câmbio

MP para corrigir reforma trabalhista por enquanto é hipótese, diz Padilha

Igor Gadelha e Carla Araújo

Brasília

O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, afirmou nesta sexta-feira, 12, que o envio pelo governo de um medida provisória (MP) para alterar alguns pontos da reforma trabalhista por enquanto é uma "hipótese". Em entrevista após reunião de balanço de um ano do governo Michel Temer, no Palácio do Planalto, ele afirmou que a proposta, se for enviada, trará normas e regras que "circunstancialmente" devem ser alteradas.

"De forma muito habilidosa, o presidente responde a pergunta de senadores: e se encontrarmos pontos que tem de ser modificados na reforma? Para não alterar o projeto que está em andamento e não ter que voltar para a Câmara, a ideia do presidente foi editar uma MP com essas regras, essas normas que circunstancialmente devem ser alteradas. Por enquanto é uma hipótese", afirmou o ministro.

Para evitar atos de "rebeldia" na bancada do PMDB no Senado, Temer se comprometeu com peemedebistas na terça-feira, 9, a editar uma MP para acolher sugestões "consensuais", desde que os senadores aprovem o texto que veio da Câmara sem modificações.

Alguns parlamentares, entretanto, avaliam que aceitar o acordo fragilizaria a imagem do Senado perante a sociedade, que se eximiria da responsabilidade de ser uma Casa revisora.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos