Bolsas

Câmbio

Associação de servidores do BNDES critica pronunciamento de Temer

Vinicius Neder

Rio

A AFBNDES, associação de funcionários do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), criticou o pronunciamento de sábado do presidente Michel Temer e organiza, na manhã desta segunda-feira, 22, uma mobilização no térreo do edifício-sede da instituição, no Centro do Rio.

Em nota publicada nas suas redes sociais, a AFBNDES citou a parte do pronunciamento em que o presidente Temer diz que indicou a presidente Maria Silvia Bastos Marques para moralizar o banco de fomento.

Segundo a associação, Maria Silvia não poderia ter moralizado o BNDES porque não se moraliza uma instituição que, desde a sua fundação, em 1952, sempre atuou com ética, espírito público, excelência e compromisso com o desenvolvimento.

Em discurso na mobilização que ocorre neste momento e teve transmissão ao vivo via redes sociais, um funcionário reclamou da postura da diretoria do BNDES desde que o corpo técnico do banco foi envolvido em suspeitas de corrupção, com a deflagração da Operação Bullish, da Polícia Federal (PF), e a revelação da delação premiada de executivos da JBS.

Após a deflagração da operação, a AFBNDES cobrou que Maria Silvia defendesse o corpo técnico do banco de forma mais veemente.

Em entrevista à coluna da jornalista Sônia Racy, do jornal O Estado de S. Paulo, a presidente do BNDES disse que a nova diretoria fez processos de auditoria e conformidade de processos. "Não verificamos irregularidade nos procedimentos do banco", disse.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos