Bolsas

Câmbio

MP permite reprogramação de pagamento de outorga em concessões de aeroportos

Luci Ribeiro

Brasília

O presidente Michel Temer editou a Medida Provisória 779/2017, que permite a reprogramação do pagamento de outorgas nas concessões federais de aeroportos. O texto está publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira, 22.

Pela MP, "fica admitida a celebração de aditivos contratuais que versem sobre a alteração do cronograma de pagamentos das outorgas nos contratos de parceria no setor aeroportuário celebrados até 31 de dezembro de 2016, observado o disposto nesta Medida Provisória e no ato de regulamentação do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil".

De acordo com o texto, a alteração do cronograma será admitida somente uma vez, observadas as seguintes condições:

- manifestação do interessado no prazo máximo de um ano, contado da data de publicação desta MP;

- inexistência de processo de caducidade instaurado e adimplência do interessado com as outorgas vencidas até a data da assinatura do aditivo;

- apresentação, pelo contratado, de pagamento antecipado de parcela de valores das contribuições fixas;

- manutenção do valor presente líquido das outorgas originalmente assumidas;

- durante o período remanescente do contrato, limitação do saldo da reprogramação aos valores das contribuições fixas antecipadas;

- e limitação de cada parcela de contribuição reprogramada a até 50% acima do valor da parcela da contribuição originalmente pactuada para cada exercício.

"A observância das condições dispostas nesta Medida Provisória não implica alteração das condições do contrato de parceria, considerando-se mantido o seu equilíbrio econômico-financeiro", cita o texto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos