Bolsas

Câmbio

BC do Paraguai decide manter juros em 5,50% e cita incerteza política no Brasil

Gabriel Bueno da Costa

São Paulo

O Banco Central do Paraguai decidiu nesta quarta-feira, por unanimidade, manter a taxa básica de juros em 5,50%. A instituição afirmou que o contexto regional "se tornou mais complexo nos últimos dias, principalmente pela incerteza política no Brasil". O BC paraguaio sustenta que, caso esse quadro persista, isso poderia implicar algum risco para determinados setores da economia local.

No plano doméstico, o BC aponta que indicadores antecedentes apontam uma moderação no ritmo do crescimento econômico, diante de fatores pontuais, como o clima. Por outro lado, o comitê de política monetária observa um incremento das medidas subjacentes de inflação nos últimos meses, embora com a alta nos preços concentrada em alguns poucos produtos. Além disso, as projeções de inflação se mantêm em linha com a meta, no médio prazo.

Nesse cenário, o comitê do BC paraguaio considerou "a estratégia mais prudente" a manutenção da política monetária. Além disso, afirmou que continuará a monitorar a evolução das variáveis macroeconômicas internas e externas e utilizará seus instrumentos com flexibilidade, para garantir a meta de inflação de 4% ao ano no horizonte da projeção.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos