Bolsas

Câmbio

Endividamento das famílias fica em 41,9% em março, revela BC

Fabrício de Castro e Eduardo Rodrigues

Brasília

O endividamento das famílias brasileiras com o sistema financeiro seguiu em 41,9% março ante fevereiro, conforme dados divulgados nesta quinta-feira, 25, pelo Banco Central, por meio da Nota à imprensa de Política Monetária e Operações de Crédito do Sistema Financeiro de abril. Se forem descontadas as dívidas imobiliárias, o endividamento permaneceu em 23,4% de um mês para outro.

O cálculo do BC leva em conta o total das dívidas dividido pela renda no período de 12 meses. Além disso, incorpora os dados da Pesquisa Nacional de Amostragem Domiciliar (Pnad) contínua e da Pesquisa Mensal de Emprego (PME), ambas do IBGE.

Segundo o BC, o comprometimento de renda das famílias com o Sistema Financeiro Nacional (SFN) passou de 21,6% em fevereiro para 22,0% em março. Descontados os empréstimos imobiliários, o comprometimento da renda foi de 19,0% para 19,4%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos