Bolsas

Câmbio

Arsesp reajustará margens das tarifas da Comgás em 2,55%

Marcelle Gutierrez

São Paulo

As tarifas da Companhia de Gás de São Paulo (Comgás) serão reajustadas, de acordo com deliberação da Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp) publicada no Diário Oficial do Estado.

As margens serão reajustadas em 2,55%, correspondente à aplicação do IGP-M (3,37%) e do Fator X de Eficiência (-0,82%), e o custo do gás será atualizado para os todos os segmentos de consumo (residencial, comercial, industrial e GNV, entre outros).

No segmento residencial, a variação é entre 2,6% a 7,8%. Para os comércios, será de 6,1% a 11,8%. Na indústria, as variações são entre 11,8% e 18,9%, e do Gás Natural Veicular (GNV), aplicado para as postos de combustíveis, será de 6,3%.

"O ajuste determinado pela Arsesp é resultado do alinhamento do custo de gás, que acompanha os aumentos do custo do petróleo, que é a base para os preços do gás natural. Estes reajustes ocorrem depois de duas reduções consecutivas das tarifas da Comgás, ocorridas em maio e outubro de 2016", informou a empresa, em nota enviada à imprensa.

Sobre as reduções, a Comgás lembra que em maio de 2016 foi de mais de 20% para o segmento industrial e em outubro de mais de 10%. "As tarifas atuais para o segmento industrial, mesmo com este reajuste, são 14% menores que as vigentes em maio de 2015 (todas as variações considerando o consumo acima de 1 milhão m3/mês)", alertou a Comgás.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos