Bolsas

Câmbio

Temer diz no Twitter que País está crescendo a taxa superior à prevista

Tânia Monteiro

Brasília

O presidente Michel Temer voltou a usar as redes sociais para comemorar o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) do primeiro trimestre de 2017, divulgado nesta quinta-feira, 1, pelo IBGE. Em vídeo postado na sua página do Twitter, Temer lembra que a economia cresceu 1% no primeiro trimestre do ano, na comparação com o quarto trimestre de 2016, e que este é o primeiro número positivo depois de dois anos consecutivos de queda do PIB. "O Brasil venceu a recessão. Estamos crescendo e é uma taxa superior ao que boa parte dos analistas previam", comemorou o presidente.

Temer afirma no vídeo que, há pouco mais de um ano, quando assumiu a presidência da República, "o Brasil estava mergulhado na mais profunda recessão de sua história". "O número de hoje marca o renascimento da economia brasileira em bases sólidas e sustentáveis. Este número é resultado de um ano de trabalho. Trabalho do meu governo em sintonia com o Congresso Nacional, ouvindo a sociedade para promover as reformas adiadas por tanto tempo", afirma.

Segundo ele, o crescimento registrado pelo IBGE é uma conquista de todos os brasileiros. "Com responsabilidade social e fiscal conseguimos voltar a crescer. Nossa inflação, hoje sob controle, encerrará o ano abaixo do centro da meta", disse, lembrando que isso significa mais poder de compra.

Em seguida, Temer afirmou que o controle da inflação tem permitido a queda da taxa de juros e lembrou que ontem o Comitê de Política Monetária (Copom) reduziu a Selic de 11,25% para 10,25% ao ano, marcando a sexta queda consecutiva da taxa.

"Menor inflação, juros em queda, conquistas de um ano de trabalho. O Brasil saiu da recessão e esta é a boa notícia que quero partilhar hoje com a sociedade brasileira. Estamos crescendo e logo será o emprego a nos trazer as boas novas. Mais renda, mais trabalho", encerra o presidente.

Pela manhã, logo que o IBGE divulgou os números do PIB, Temer já havia comemorado os dados também pelo Twitter, com a frase: "Acabou a recessão!"

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos