Produção de petróleo dos EUA deve compensar cortes da Opep, diz CEO da Rosneft

São Petesburgo

A alta da produção de petróleo dos Estados Unidos deve compensar o efeito dos cortes promovidos pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), afirmou Igor Sechin, executivo-chefe da Rosneft, a estatal de petróleo da Rússia.

Discursando em um fórum econômico nesta sexta-feira, Sechin afirmou que a eficiência crescente dos produtores norte-americanos do xisto deve fazer a produção naquele país adicionar ao mercado mundial até 1,5 milhão de barris por dia em 2018.

Na semana passada, o cartel e outros dez países liderados pela Rússia concordaram em estender por mais nove meses, até o final de março do ano que vem, o corte de 1,8 milhão de barris por dia. O movimento é uma estratégia para conter a queda dos preços da commodity.

Para Sachin, os cortes ficam aquém das "medidas sistêmicas que poderiam levar a um equilíbrio no longo prazo". Fonte: Dow Jones Newswires.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos