Fazendeiros dos EUA criticam plano de Trump para cortar subsídios agrícolas

Des Moines

rupos de ruralistas e membros do Congresso norte-americano ligados a Estados com tradição agropecuária criticam a proposta da Casa Branca para reduzir o seguro safra e outros programas voltados ao setor.

Os cortes integram a proposta orçamentária do governo de Donald Trump. Eles atingiriam fazendeiros em um momento em que a renda do setor cai pelo quarto ano seguido, o que pode afetar especialmente Estados como Iowa, Kansas e Nebraska, que ajudaram o republicano a ganhar a eleição em novembro.

"Claramente, este Orçamento prejudica a agricultura e a América rural", afirmou o presidente do Escritório Federal de fazendeiros, Zippy Duvall, em um comunicado.

A proposta orçamentária reduziria o montante que o governo dos EUA fornece para ajudar fazendeiros a pagar, entre outras coisas, pelo seguro contra a variação do preço dos grãos após a colheita. Os cortes tiram do setor cerca de US$ 28 milhões ao longo de dez anos. Trump também propôs reduzir o teto de renda dos fazendeiros que aplicam para trais programas.

O documento prevê ainda o corte de 5.263 postos de trabalho no Departamento de Agricultura (USDA), cerca de 5,5% do total.

Fazendeiros, economistas e especialistas afirmam que é importante dar apoio ao setor, que responde por cerca de 11% dos empregos no país, além de contribuir com cerca de US$ 1 trilhão para a produtividade doméstica.

"A força da economia agrícola tem implicações para a América rural, mas também para o resto da economia como um todo", afirmou Robert Johansson, economista-chefe da USDA, em conversa com senadores no mês passado.

Debbie Stabenow, senadora que preside o Comitê da Agricultura na Casa, alertou que os cortes propostos "teriam um impacto desproporcional sobre cidades pequenas, deixando muitas perto da crise".

Outros congressistas, porém, afirmam que ainda é cedo para se preocupar e que a proposta tem poucas chances de passar pelo parlamentares. "A maioria das propostas orçamentárias têm poucas chances de saírem da mesma forma que chegaram", afirmou o senador republicano Charles Grassley, que é fazendeiro em Iowa. Ele lembrou que os governos Obama e Bush também propuseram cortes nos subsídios aos agricultoras, mas estes nunca se materializaram. Fonte: Associated Press.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos