Bolsas

Câmbio

Projeção de alta do PIB de 2017 passa de 0,49% para 0,50%, mostra Focus do BC

Fabrício de Castro

Brasília

Na esteira da divulgação dos dados do Produto Interno Bruto (PIB) na semana passada, os economistas do mercado financeiro alteraram suas projeções para a atividade em 2017 e 2018. Pelo Relatório de Mercado Focus, divulgado nesta segunda-feira, 5, a mediana para o Produto Interno Bruto (PIB) deste ano passou de 0,49% para 0,50%. Há um mês, a perspectiva era de avanço de 0,47%.

Para 2018, o mercado também mudou a previsão de alta do PIB, só que para pior: de 2,48% para 2,40%. Quatro semanas atrás, a expectativa estava em 2,50%.

Na última quinta-feira, o Instituto Brasileira de Geografia e Estatística (IBGE) informou que o País cresceu 1,0% no primeiro trimestre de 2017, ante o quarto trimestre de 2016. Por outro lado, recuou 0,4% ante o primeiro trimestre do ano passado.

No comunicado divulgado após a decisão de política monetária da semana passada, o Banco Central afirmou que os indicadores recentes permanecem compatíveis com a estabilização da economia no curto prazo. Porém, a instituição alertou que as incertezas com o andamento das reformas econômicas podem ter impacto negativo sobre a atividade.

2º trimestre

Os economistas do mercado financeiro projetam estabilidade (0,0%) para o PIB no segundo trimestre de 2017, ante o mesmo período de 2016. Isso é mostrado na abertura dos dados do Relatório de Mercado Focus.

Na semana passada, esta projeção para o PIB no segundo trimestre já indicava estabilidade ante o mesmo período do ano passado.

O Sistema de Expectativas do Mercado do Banco Central, no entanto, não traz as projeções das instituições para o PIB na margem - ou seja, para o segundo trimestre de 2017 ante o primeiro trimestre deste ano.

Produção

No relatório Focus, as projeções para a produção industrial para este ano também pioraram. O avanço projetado para 2017 foi de 1,30% para 1,09%. Há um mês, estava em 1,49%. No caso de 2018, a estimativa de crescimento da produção industrial permaneceu em 2,50%, mesmo porcentual de quatro semanas antes.

Também na semana passada, o IBGE informou que a produção industrial avançou 0,6% em abril ante março, mas despencou 4,5% ante abril do ano passado.

No Focus, a projeção para o indicador que mede a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB para 2017 permaneceu em 51,50%. Há um mês, estava no mesmo patamar. Para 2018, as expectativas no boletim Focus seguiram em 55,20%, ante 55,00% de um mês atrás.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos