Bolsas

Câmbio

PIB estaria errado sem revisões na PMC e na PMS, diz presidente do IBGE

Thaís Barcellos e Maria Regina Silva

São Paulo

O presidente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Roberto Olinto, afirmou que as mudanças nas pesquisas de comércio e serviços, divulgadas pela entidade, no início deste ano foram realizadas para melhorar os resultados e, por isso, se não fossem essas revisões, o Produto Interno Bruto (PIB) do primeiro trimestre estaria errado. O PIB cresceu 1% na margem no período. "O PIB do primeiro trimestre divulgado é o correto, com as melhores informações que temos."

Olinto esclareceu ainda que não houve "mudança" nas sondagens, mas apenas atualizações na ponderação e na amostra. Sobre a revisão do PIB do 4º trimestre, o presidente do IBGE informou que ocorreu apenas devido ao modelo de ajuste sazonal, o que já é típico da pesquisa e é realizado a cada trimestre.

Ainda respondendo a dúvidas sobre as revisões na Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) e na Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), Olinto reforçou que os dados informados após a atualização da amostra e da reponderação são os corretos. Segundo ele, os picos observados nos resultados em janeiro aconteceram devido ao encadeamento da série antiga com a nova.

"Essa é a recomendação internacional, e sempre que encadeamos a série há esses saltos. Temos que fazer os encadeamentos e enfrentar esses picos, mas depois as séries vão estabilizar, como já observamos na PMC e na PMS", explicou.

A mudança mais relevante aconteceu nos números de janeiro ante dezembro do varejo restrito, que saltou de queda de 0,7% para alta de 6%, ambos ante dezembro. Olinto ainda acrescentou que novas revisões nas pesquisas vão ocorrer, já que este é o processo natural, mas que, daqui em diante, devido às críticas que o IBGE recebeu, o instituto vai divulgar as mudanças dois meses antes de realizá-las, e não mais com um mês de antecedência, como ocorreu este ano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos