BCE não discutiu normalização de política monetária este mês, diz Draghi

Sergio Caldas

São Paulo

O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, disse hoje que a instituição não discutiu a possibilidade de normalização de sua política monetária na reunião deste mês. Mais cedo, o BCE decidiu manter seus juros básicos inalterados, assim como outros aspectos de sua política.

Draghi, que falou durante coletiva de imprensa, avaliou que a política do BCE continua a garantir condições de financiamento bastante favoráveis na zona do euro e que os últimos indicadores confirmam o "ímpeto mais forte" da economia da região. Segundo o chefe do BCE, os fatores de risco para a perspectiva de crescimento estão, de modo geral, equilibrados.

Draghi, por outro lado, reiterou que um substancial grau de acomodação monetária ainda é necessário no bloco e que o BCE estará pronto para, eventualmente, ampliar seu programa de relaxamento quantitativo (QE, pela sigla em inglês), que prevê compras mensais de US$ 60 bilhões em ativos até dezembro.

Sobre o mercado de trabalho, Draghi comentou que a ociosidade no segmento diminuiu e que houve grande melhora na geração de empregos, embora muitos deles sejam de baixa qualidade.

Mais cedo, o BCE afirmou esperar que os juros continuem "nos níveis presentes por um período prolongado" de tempo, mas retirou menção à possibilidade de taxas mais baixas, sugerindo que não haverá mais cortes de juros.

Na coletiva, porém, Draghi afirmou que o BCE poderá voltar a reduzir juros se os riscos retornarem. Com informações da Dow Jones Newswires.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos